Notícias

09/10/2017
A Privatização do Setor Elétrico e os impactos na vida dos trabalhadores e trabalhadoras é tema de audiência na Câmara, dia 10
por: STIUDF

Em continuidade ao calendário de lutas do Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE), será realizada na próxima terça-feira (10), às 9h, uma nova audiência pública no plenário 12 da Câmara Federal, dessa vez para debater “A Privatização do Setor Elétrico e os impactos na vida dos trabalhadores e trabalhadoras”, convocada pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP).

A privatização do Sistema Eletrobras anunciada pelo Governo Federal, além de impactar negativamente todo o setor elétrico, com perda de soberania, redução da segurança energética e aumento substancial da tarifa de energia, será danosa para os mais de 20 mil trabalhadores e trabalhadoras das estatais.

A distribuidora de energia do Goiás, a CELG, privatizada recentemente, é espelho do prejuízo à categoria após a venda da estatal para a iniciativa privada. Demissão em massa, retirada de direitos e ampliação irrestrita da terceirização.

Para barrar o processo de privatização, a categoria, como já vem sendo feito, deve manter-se mobilizada e participar massivamente desta audiência e de todas as atividades convocadas pelo CNE e pelo STIU-DF. Juntos somos mais fortes!

Urbanitários entregam ao MPF representação contra a privatização da Eletrobras

O CNE protocolizou, no estado do Pará, representação no Ministério Público Federal contra suposto favorecimento a grupos interessados na privatização da Eletrobras.

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Urbanitários, Pedro Blóis, a representação tem como objetivo de denunciar o vazamento de informações privilegiadas que expõe o conflito de interesses do secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, que foi conselheiro do grupo Equatorial, controlado pelo grupo GP Investimentos, que por sua vez tem interesse em assumir o controle acionário da Eletrobras.

O documento pede ainda o acolhimento da representação e solicita a instauração de inquérito civil para apurar a denúncia

(21) 2223-0822
Rua Visconde de Inahúma, 134, 7º andar, Centro, Rio de Janeiro / RJ - Cep: 20091-901
(11) 5574-7511
Rua Machado de Assis, 150, bairro Mariana - SP/SP - Cep: 04106-000